Calabura (Muntingia calabura)
Plantas

Calabura (Muntingia calabura)



 
Calabura (Muntingia calabura)

NOME CIENTÍFICO: Muntingia calabura.

NOME POPULAR: Calabura.

Nota: Também é conhecida por: pau-seda, cereja-jamaicana, panamá-bagas, singapura-cereja, strawberry-árvore. Na Espanha: bolaina yamanaza, cacaniqua, capulín blanco, nigua, niguito, memizo ou memiso. Nas Filipinas: aratilis, aratiles, manzanitas.

FAMÍLIA: Muntingiaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Sul do México, Caribe e sul do peru e Bolívia.

PORTE: De 7 a 12 metros de altura.
 

Calabura (Muntingia calabura) - Detalhe da flor



FLORES: São de tamanho pequeno e coloração branca, com 5 pétalas.

FRUTOS: Comestível, de polpa muito doce, contém grande número de minúsculas sementes de coloração amarela (0,5cm)


Nota: Sabe-se também que cada fruto, com 1,6 cm de diâmetro, pode conter, em média, 4.450 sementes e que um grama de sementes limpas e secas contém aproximadamente 44.500 unidades.
Trata-se de uma  espécie pioneira que prospera em solos pobres, capaz de tolerar condições ácida e alcalina e seca. As suas sementes são dispersas por aves e morcegos frugívoros
Devido ao rápido crescimento e intensidade de frutificação, despertou grande interesse, ao setor de Manejo de Fauna e Áreas Silvestres, como uma espécie de enriquecimento da flora. Por crescer em solos pobres e de sua propagação eficaz por meio de aves e morcegos, ela é muito utilizada em projetos de  reflorestamento
Foi introduzida no Brasil pelo I.A.C. – Instituto Agronômico de Campinas, em 1962
A calabura apresenta-se como uma ótima opção para os plantios de enriquecimento ou mistos com as essências florestais, visando a proteção à fauna.

Calabura (Muntingia calabura) - Detalhe da flor


Calabura (Muntingia calabura) - Detalhe do fruto
LUMINOSIDADE:Sol pleno.

ÁGUA: Gosta de solo levemente úmido, mas não encharcado.

CLIMA
: Quente.

PODA: Não necessária, retirar galhos secos e realizar a poda de formação retirando brotações laterais.
 
FERTILIZAÇÃO: Utilizar esterco de gado bem curtido, cerca de 20 a 30 litros por ocasião do plantio para uma cova de 40 x40 cm.

UTILIZAÇÃO: Uma maravilhosa árvore para o pomar, atrai muitos passarinhos, mas também morcegos que se alimentam de frutas.

PROPAGAÇÃO
: Por estaquia e por sementes, cada frutinha tem em média 2.000 minúsculas sementes, para ajudar a germinarem devem ser cuidadosamente lavadas para retirada da mucilagem que as envolve.

PARA QUEM DESEJAR SABER MAIS SOBRE GERMINAÇÃO DE SEMENTES:



http://www.abrates.org.br/revista/artigos/2002/v24n1/artigo09.pdf


CURIOSIDADES:

No México, os frutos são consumidos e vendidos em mercados.. Os frutos podem ser transformados em doces e as folhas podem ser usadas para fazer chá No Brasil, as árvores são plantadas ao longo margens do rio A queda dos frutos da árvore atrair peixes que são capturados em seguida. although it is not sold in markets. Nas Filipinas os frutos são normalmente comidos principalmente por crianças embora não seja vendido nos mercados. 
Na Brasil as suas flores podem ser utilizados como um anti-séptico e tratar cólicas abdominais.
A madeira é castanha-avermelhada. É compacto, durável e leve e pode ser usado para a carpintaria. A casca pode ser utilizada para a produção de cordas.. Devido à sua capacidade de crescer em solos pobres e de sua propagação eficaz por meio de aves e morcegos, ela é muito utilizada para projetos de reflorestamento

Na Índia é usada em jardins urbanos por sua capacidade de crescer rapidamente e da produção de pequenos frutos que atraem muitos passarinhos.
Na Malásia estas plantas crescem bem lá devido a boa taxa de sol. Elas são normalmente cultivadas em fileira de casas e ruas As crianças costumam se deliciar com as frutinhas, porque seu gosto muito parecido como algodão doce. Elas são simplesmente delicioso.

A presença de diferentes espécies de pássaros nutrindo-se dos frutos de calabura,nesta idade, reflete o potencial desta espécie nos programas de manejo de fauna e áreas silvestres.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei na chácara onde moro.



loading...


- Amora
A amora é uma fruta de origem asiática que se adaptou muito bem no Brasil. É uma fruta doce com pouca acidez, saborosa e medicinal, rica em vitamina A e C. Nome popular: Amora. Nome científico: Morus nigra. Origem: Ásia, África e América do Norte...

- CupuaÇÚ - ( Theobroma Grandiflorum )
CUPUAÇÚ - ( Theobroma grandiflorum )NOME CIENTÍFICO: Theobroma grandiflorum. NOME POPULAR: cupuaçu, cupuaçuzeiro, cupuaçueiro, cupu. FAMÍLIA: Malvaceae - Sterculioideae. CICLO DE VIDA: Perene. ORIGEM: Brasil (Amazônia e Maranhão)....

- Paineirinha-vermelha - ( Spirotheca Passifloroides )
PAINEIRINHA-VERMELHA - (Spirotheca passifloroides)NOME CIENTÍFICO: Spirotheca passifloroides. NOME POPULAR: Paineirinha-vermelha ,mata-pau, mata-pau-de-espinho,. FAMÍLIA: Bombacaceae. CICLO DE VIDA: Perene. ORIGEM: Brasil (Estados de São Paulo, Paraná...

- PindaÍba-d'Água - ( Xylopia Emarginata Mart.)
Xylopia emarginataNOME CIENTÍFICO: Xylopia emarginata Mart. NOME POPULAR: Pindaíba-d’água, pindaíba-reta, pindaíba, pindaíba-do-brejo, pindaúba, pindaubuna, embira-preta. FAMÍLIA: Annonaceae. CICLO DE VIDA: Perene. ORIGEM: Brasil (am matas ciliares)....

- Árvore-da-chuva - ( Albizia Saman )
ÁRVORE-DA-CHUVA - ( Albizia saman )NOME CIENTÍFICO: Albizia saman. NOME POPULAR: Árvore-da-chuva, chorona, rain-tree, saman. Nota: Suas folhas são sensíveis a luz e ficam fechadas em dias nublados, bem como do entardecer ao amanhecer. SINONÍMIA:...



Plantas








.