Reflexões sobre o seminário "Árvores Monumentais - Importância e Conservação" (I)
Plantas

Reflexões sobre o seminário "Árvores Monumentais - Importância e Conservação" (I)


O seminário "Árvores Monumentais - Importância e Conservação" decorreu no Museu/Auditório Municipal do Sabugal, junto à sequóia-gigante [Sequoiadendron giganteum (Lindl.) Buchh.] classificada como árvore de interesse público no ano transacto.


O prometido é devido e ainda que com considerável atraso cabe-me, passadas que estão duas semanas sobre o evento, fazer uma pequena reflexão sobre o seminário "Árvores Monumentais - Importância e Conservação", que decorreu no Sabugal a 25 e 26 de Junho.

Recordo que este seminário foi co-organizado pela Associação Árvores de Portugal, da qual sou um dos 5 membros fundadores, juntamente com o Miguel Rodrigues, que comigo escreve no "Árvores Monumentais do Algarve e Baixo Alentejo", com o Rui Fernandes (autor de, entre outros blogues, o "Quinta do Sargaçal"), com o João Vaz (autor do blogue "O ambiente na Figueira da Foz") e com o Serafim Riem, pessoa ligada à génese de algumas associações ambientalistas como a Quercus e o FAPAS.

Relembro, no seguimento do texto anterior que, de momento, dispomos de uma página no Flickr e no Twitter e que, em breve, teremos operacional a página oficial da Árvores de Portugal (ver ante-projecto).


Mas voltemos ao Sabugal...

O primeiro dos dois dias do seminário, quinta-feira (25), foi dedicado a um conjunto de intervenções que se centraram sobre as árvores e as florestas, mas em diferentes perspectivas.

A primeira palestra ficou a cargo de Jorge Paiva, botânico, que numa intervenção onde aliou o rigor científico à emotividade, conseguiu cativar a atenção dos presentes para a importância das plantas, e das árvores em particular, bem como da importância de preservar a biodiversidade que as florestas comportam.
Particularmente esclarecedoras foram as imagens, da autoria do próprio, de destruição da floresta amazónica e dos perigos que a mesma comporta para o equilíbrio do planeta.




De seguida, Laura Alves e Serafim Riem, resumiram o trabalho de ambos no levantamento dos castanheiros monumentais do concelho do Sabugal.
Um trabalho que tem permitido descobrir um imenso património natural e cultural, dada a importância ancestral da cultura da castanha na paisagem e economia do interior das Beiras, como é o caso do concelho do Sabugal.
Os autores deste projecto enumeraram alguns factores que colocam em perigo a sobrevivência deste património, bem como apontaram possíveis medidas para o valorizar e defender.




A palestra que se seguiu, de minha autoria e do Miguel Rodrigues, resumiu o trabalho de 3 anos e de milhares de quilómetros percorridos na procura de árvores monumentais nos distritos de Faro e Beja.
Foram explicados os objectivos que norteiam o nosso trabalho, incluindo uma reflexão sobre os métodos de selecção das árvores incluídas no blogue "Árvores Monumentais do Algarve e Baixo Alentejo".

Por outro lado, mais do que identificar e enumerar factores que afectam a preservação deste imenso património, importou-nos igualmente salientar a importância de o proteger e, sobretudo, de o divulgar como forma de envolver as comunidades locais na sua preservação.



Seguidamente, o engenheiro Campos Andrada, da Autoridade Florestal Nacional, fez um resumo das medidas de protecção à floresta e às árvores ao longo da história do nosso país.

Deste modo, foi interessante descobrir que em 1914 foi promulgada uma lei que criava a Associação Protectora da Árvore, com o objectivo de criar um catálogo com as árvores notáveis do país, as quais deveriam ficar, posteriormente, sob a guarda do Estado.
E se, por um lado, é verdade que a Associação Protectora da Árvore acabou por não ter continuidade, por outro lado pode considerar-se que os objectivos que criaram esta associação acabaram por ser os mesmos que inspiraram, posteriormente, a elaboração do Decreto-Lei n.º 28 468, de 15 de Fevereiro de 1938, o qual, ainda hoje, regulamenta a classificação de árvores ou conjuntos de árvores.

Por último, o engenheiro Campos Andrada proferiu ainda algumas reflexões sobre a necessidade de proceder a algumas actualizações no referido Decreto-Lei n.º 28 468.




Antes da pausa para intervalo, a engenheira Susana Domínguez Lerena teve ocasião de descrever o extraordinário projecto Árboles, Leyendas Vivas, coordenado por si, e que tem promovido a recolha de dados sobre as árvores monumentais de Espanha.
A palestra foi abundantemente ilustrada por imagens de exemplares notáveis distribuídos por toda a geografia espanhola.

Por outro lado, Susana Lerena apresentou alguns motivos que justificam a necessidade de existência de uma lei de defesa da árvore, comum a todo o território espanhol, que unifique a diversidade de legislação existente ao nível das diferentes autonomias.

Por último, Susana Lerena falou dos prémios "Árvore e Bosque do Ano" de Espanha, criados com o objectivo de valorizar o esforço de todos os que protegem e cuidam do futuro das árvores.


Outro gigante vizinho do Museu/Auditório Municipal do Sabugal, um magnífico cipreste-do-buçaco (Cupressus lusitanica Mill.)


[Nos próximos dias darei continuidade ao relato do
seminário "Árvores Monumentais - Importância e Conservação", nomeadamente sobre a palestra de Ted Green e Jill Butler e sobre a saída de campo do segundo dia].





loading...


- Seminário "Árvores Monumentais" - Importância E Conservação
As árvores monumentais, históricas e singulares, são parte importante do nosso património natural. São autênticos testemunhos da nossa história. Estudá-las, classificá-las, protegê-las e dar a conhecer a sua importância ao cidadão comum é...

- Reflexões Sobre O Seminário "Árvores Monumentais - Importância E Conservação" (iii)
O segundo e último dia deste seminário foi ocupado com uma visita matinal a alguns dos castanheiros monumentais do concelho do Sabugal. Uma oportunidade para ouvir histórias em vários idiomas, tendo a árvore como denominador comum. Ted Green, Jill...

- Reflexões Sobre O Seminário "Árvores Monumentais - Importância E Conservação" (ii)
O primeiro dia do seminário "Árvores Monumentais - Importância e Conservação" ficou completo com uma palestra de Ted Green e Jill Butler, do Ancient Tree Forum, sobre a importância da árvore na paisagem e na cultura britânica e, de um modo geral,...

- Até Já, No Sabugal
Explorar imagem do Sabugal (Wikimapia) O seminário "Árvores Monumentais - Importância e Conservação" decorrerá nas instalações do Auditório/Museu Municipal, no Largo de S. Tiago, na cidade do Sabugal (consultar legenda da imagem). Lá vos...

- Árvores De Portugal - O Início De Uma Aventura...
Árvores de Portugal. Este é o nome de uma associação que acabou de nascer, resultado do amor que um grupo de amigos, um grupo de homens e mulheres de bom coração, nutre pelas árvores. Para além do amor à árvore, une-nos o desinteresse em utilizar...



Plantas








.