Sejamos sérios!
Plantas

Sejamos sérios!


Albufeira, Maio de 2008

Sejamos sérios, de uma vez por todas... Há ruas que, dada a forma como foram planeadas, não comportam a plantação de árvores. Pois bem, não as plantem!

"Se não há espaço para a árvore é preferível plantar só o arbusto, ou mesmo só a flor e não contar depois com a tesoura para manter com proporções de criança o gigante que se escolheu impensadamente". Estas palavras foram transcritas do livro "A Árvore em Portugal" de Gonçalo Ribeiro-Telles e de Francisco Caldeira Cabral (cuja primeira edição, e corrijam-me se estiver errado, remonta à década de 60; ou seja, passados quase 40 anos sobre esta obra marcante sobre a árvore e a sua manutenção no espaço urbano, a conclusão é que não evoluímos rigorosamente nada).

Situações como as que estas imagens retratam, evitam-se fazendo uma escolha adequada das espécies e do número de exemplares a plantar.
E se, mesmo escolhendo uma espécie arbórea com porte modesto, esta não tiver espaço para a sua copa se desenvolver com naturalidade, pois então plante-se um arbusto ou não se plante nada!

Albufeira, Maio de 2008

"Qualquer supressão de que resulte um aspecto definitivamente mutilado da árvore, deve considerar-se inadmissível visto comprometer definitivamente a finalidade estética da planta ornamental. É preferível nesse caso a supressão pura e simples do indivíduo". Gonçalo Ribeiro-Telles e Francisco Caldeira Cabral in "A Árvore em Portugal".

Isto não significa que o toco da árvore tenha que ficar "exposto" publicamente, como uma espécie de macabra homenagem a quem não soube antever o futuro...



loading...


- Prémio Árvore De Cristal
O arquitecto paisagista Gonçalo Ribeiro Telles vai receber o Prémio Árvore de Cristal, atribuído pelo Movimento Plantar Portugal. ...

- Boas Intenções
Um pequeno recanto num passeio... À primeira vista, parece ser o recanto perfeito para plantar uma árvore e colocar um banco de jardim. Com um pequeníssimo esforço conseguimos imaginar o futuro, com alguém sentado no banco desfrutando da sombra...

- Retratos Do Portugal Que Odeia As árvores (iii) - O Património Que Temos Para Oferecer à Humanidade
Local do crime: Caldas de Moledo, junto à Estrada Nacional 108, que liga Mesão Frio ao Peso da Régua; em pleno Alto Douro Vinhateiro, Património da Humanidade. As fotografias foram tiradas pelo amigo Nelson Lima (engenheiro agrícola e estudante...

- Vozes Que Não Se Resignam
O João Vaz, autor do blogue O Ambiente na Figueira da Foz, é uma das vozes que não se resigna à fatalidade das "podas camarárias" que, periodicamente, mutilam o património arbóreo das nossas localidades. O João sugeriu-me que se criasse um documento...

- Non-stop
Poda de carvalhos, Março 2011, Caldas da Rainha ... "a execução de podas só em “situações de emergência, porque a poda não é uma operação cultural normal das árvores de ornamento ou florestais. A poda só é uma operação normal em fruticultura.”...



Plantas








.